EGN: Olá Wolfheart, ia começar por pedir que te apresentasses ao leitor.

Wolfheart: Chamo-me João, o meu nick é Wolfheart, tenho 22 anos e sou de Lisboa

 

EGN: E há quanto tempo é que jogas Hearthstone?

Wolfheart: Ora então, há cerca de dois anos agora.

 

EGN: Dois anos? E a nível competitivo?

Wolfheart: A nível competitivo comecei há cerca de um ano e meio.

 

EGN: Um ano e meio é relativamente pouco tempo, isso quer dizer que tu és efetivamente um bom jogador não é?

Wolfheart: (risos) Digamos que eu por acaso consegui melhorar com alguma rapidez. Foi uma questão de ver os melhores a jogarem e tentar aprender com eles. Pelo menos é o que eu tento fazer sempre e aplicar o conhecimento deles aos meus jogos.

 

EGN: Mas antes de Hearthstone, tu jogavas outros jogos online?

Wolfheart: Antes de Hearthstone, o meu jogo principal era League of Legends onde cheguei a ficar Diamond III. O Hearthstone surgiu um pouco por necessidade, porque eu jogava LoL (League of Legends) e apenas LoL, então a uma certa altura comecei a ter algumas dores nos pulsos e tive mesmo de parar. Como também conhecia Hearthstone e sabia que era algo que não exigia um esforço tão grande nos pulsos pensei, “Bem, já que eu gosto deste jogo e serve para mim na minha situação, então vou tentar ficar bom nisto”.

 

EGN: E tu tens uma preparação muito rigorosa para os teus jogos?

Wolfheart: Hmm, acaba sempre por depender dos torneios. Porque este formato de liga, é uma coisa que dá para preparar muito bem para um adversário específico, porque tens acesso à informação daquilo que eles jogaram as semanas anteriores. Mas no Hearthstone tem-se sempre de ter uma preparação rigorosa porque isso vai ter um grande impacto nos teus sucessos nos torneios. Idealmente, tens de gastar umas quantas horas a pensar nos decks e como é que eles formam uma estratégia em conjunto.

EGN: Porque tu não só estás a lutar contra o teu adversário, como também estás à espera que te saia uma boa mão, não?

Wolfheart: Sim, mas no fundo, isso é sempre um elemento que vai existir, mas acaba por ser uma coisa que não vale a pena estares a pensar, porque basicamente o que tens de pensar é, “O que é que eu faço para ter o máximo de hipóteses possíveis de ganhar”. Garantias não tens, mas podes planear hipóteses. Tens de ver se os teus decks estão bem construídos, se tu tens boas hipóteses nos decks em que estás à espera de encontrar nos teus adversários.

 

EGN: Estive a ver o teu último jogo e houve ali uma altura mais intensa, és alguém que lida bem com a pressão?

Wolfheart: Eu diria que agora já me habituei mais, é uma coisa que eu costumava ter alguns problemas no início de Hearthstone, no LoL nunca tive problemas porque eu basicamente construí muita musclememory, à falta de melhor expressão, então era uma coisa que eu podia fazer em auto piloto, enquanto no Hearthstone tens mesmo de pensar claramente no que é que estás a fazer e só tens aquele espaço de tempo curto para fazer os teus turnos e descobrires qual é a melhor opção. Então acho que é por isso que existe um pouco mais de pressão, a meu ver. Mas tem vindo a diminuir, porque eu já participei em alguns torneios e então estou mais habituado.

 

EGN: Olha, tu vais ter a hipótese de participar nos Hearthstone Global Games, é um passo importante?

Wolfheart: Não sei se diria da mesma maneira, claro que é uma grande oportunidade e uma experiência única, uma coisa que não há muitas oportunidades, é possível que seja só uma e é algo espetacular poderes representar o país. Tens uma equipa de quatro dos melhores jogadores portugueses a jogar contigo e a trabalhar em conjunto para dar os melhores resultados possíveis. Claro que é uma coisa que qualquer pessoa quer.

 

EGN: E que outros torneios/eventos tens os teus olhos postos?

Wolfheart: Para já, as únicas coisas de que tenho conhecimento é esta liga dos campeonatos nacionais de desportos eletrónicos e que vai ter um final four, para qual eu já estou apurado tendo em conta a minha classificação neste momento na liga. E depois há neste próximo dia dezasseis um qualificador marcado num gamingbar em Lisboa. Basicamente é a qualificação para um torneio para um dos campeonatos da Blizzard.

 

EGN: Mas olha João, como é que vês o Hearthstone? É algo que queres fazer para o resto da vida? Como jogador apenas ou também como coach talvez?

Wolfheart: (risos) Tanto jogar como coaching é uma coisa que eu gosto de fazer, portanto é uma coisa que eu vou ter sempre em conta, seja no Hearthstone ou noutro jogo. É algo que eu quero continuar a fazer, só não sei é por quanto tempo será Hearthstone, não sei se por um ano ou dois, também depende de como o panorama do jogo irá mudar. Ou talvez eu também queira jogar outro jogo diferente. Então não consigo ter bem a certeza onde é que eu vou estar daqui a dois anos, mas é algo que quero continuar a fazer, eu gostaria claro de ficar ligado aos e-sports o resto da minha vida, seja de que maneira for.

 

EGN: Bem João, não te vou chatear mais e vou deixar-te voltar ao teu treino, obrigado pelo teu tempo e boa sorte com o teu percurso!

Wolfheart: Muito obrigado e antes de acabarmos, quero só deixar um obrigado também ao pessoal que me apoia!

 

Redes Sociais: 

Facebook: www.facebook.com/Wolfheartpt96

Twitter: www.twitter.com/Wolfheartpt96

Twitch: www.twitch.tv/w0lfheartpt

 

#BeEGN #ChallengeTheFuture #EGNHS #Wolfheart #HGG

Tiago Principe
Junho 12, 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *