Chegou hoje o dia em que dizemos até já a um dos mais dedicados e batalhadores elementos com que a família EGN teve o prazer de trabalhar, o nosso Chay! Melhor do que nós para descrever a sua saída, deixamos as palavras do próprio Chay:

Chegou o dia em que eu e a EGN Esports “largamos as mãos”. Chegou a altura de compensar a minha família por todo o tempo que nos últimos 8 anos dediquei aos Esports. Quem me conhece de verdade sabe o amor que tenho a este mundo e que dou sempre tudo o que tenho sempre que estou inserido num projeto. Diversas foram as vezes em que chegava a casa do trabalho e ia direto para o PC, várias foram as vezes que deixei de “estar em família”, porque ora tinha jogos, ora tinha reuniões, ora tinha algum assunto para tratar…

2019 foi um ano muito importante para mim. Maio de 2019, data que relembro, onde tomei a melhor opção da minha vida em Esports, o meu ingresso na EGN. Tudo aquilo que prometi na primeira reunião que tive com o Peteros foi cumprido. A EGN sagrou-se campeã Nacional de League of Legends em 2020, ano em que “triturámos” todas as equipas que nos tentavam fazer frente. Mas isto foi tudo fruto apenas do meu trabalho?
Não… Felizmente eu não sou um One Man Army.

Foi tudo fruto do trabalho conjunto realizado dentro da colmeia, e agradeço do fundo do coração a todos aqueles que de uma maneira ou de outra sempre acreditaram em mim e me ajudaram fazer o meu trabalho, agradeço também obviamente à minha esposa e às minhas filhas por aturarem esta minha “paixão”.

Várias foram as pessoas que me marcaram durante este percurso, mas há duas que tenho obrigatoriamente que mencionar: o Peteros e o Mantorras.

O Mantorras, o eterno capitão da EGN, que me convidou para fazer parte deste projeto.
Peteros, o nosso CEO que faz diariamente um trabalho extraordinário e que luta arduamente para o desenvolvimento dos Esports em Portugal. Nunca vi ninguém tão preocupado em dar as melhores condições aos jogadores para que estes possam estar no máximo do seu potencial e que ao mesmo tempo possam desfrutar de tudo o que os Esports têm de bom para nos dar.

Só o tempo dirá se vai ou não ser uma decisão definitiva, mas o que é certo, é que dentro ou fora do Summoner’s Rift, irei sempre torcer pelo sucesso deste clube.
Talvez ainda não sejamos o maior clube de Esports em Portugal, mas tenho a certeza que somos sem sombra de dúvida o melhor.

O Alexandre “Chay” Pereira foi e é uma das pessoas que abraçou o que acreditamos “Ser EGN” com uma alma e um coração inabaláveis. Pedro Ferreira

O CEO da EGN Esports, Pedro Ferreira, deixou algumas palavras:

Ao longo de todos estes anos muitas foram as pessoas que passaram pela EGN Esports que partilharam a nossa paixão, a nossa visão e nossa dedicação pelos Esports e a forma como vivemos cada vitória e cada derrota.
O Alexandre “Chay” Pereira foi e é uma das pessoas que abraçou o que acreditamos “Ser EGN” com uma alma e um coração inabaláveis.
Muito se poderia dizer sobre o Chay, mas devo realçar todo o esforço, todas as horas, todo o compromisso que deu ao projeto de League of Legends que abraçou nos últimos dois anos. Além de manager da equipa, procurou sempre passar-nos tudo o que achava que podíamos fazer melhor, tudo o que achava que podíamos fazer mais rápido e, sem dúvida, ajudou a melhorar a essência do nosso trabalho no dia-a-dia.
Sabendo o quanto ama Esports, sei que está a tomar a decisão mais correta em prol da sua família e dos que ama. Finalizo deixando um até já, que o regresso vai acontecer, eventualmente.

Obrigado, amigo, e, sem dúvida, guerreiro, Alexandre “Chay” Pereira.

Cristiana Chaves
Março 18, 2021

Cristiana Chaves

Comecei desde muito cedo o contacto com os videojogos e tecnologias, ingressei e representei algumas equipas. A par com o meu trabalho atual (Marketing, Design e Multimedia), encontra-se o CS:GO. Juntando o útil ao agradável decidi aceitar este desafio de poder dar o meu contributo à EGN e sei que juntos teremos inúmeras vitórias. #BeEGN

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *