A Electronik Generation foi entrevistar 6 jogadores de cada equipa presente na Blast Pro Series.

O primeiro jogador é o Emil ‘Magisk‘ Reif que está a jogar nos Astralis desde Fevereiro deste ano. Desde então os Astralis têm sido a equipa mais consistente a jogar CSGO e já contam alguns troféus incluindo o Intel Grand Slam e o Faceit Major de 2018. Esta consistência deve-se ao trabalho e dedicação que estes jogadores têm. Fomos então conhecer um pouco o jogador:

 

 

EGN – Boa tarde faço parte da EGN Esports e gostaria de agradecer por esta entrevista. Sabemos que é a primeira vez que está em Portugal e por isso gostaríamos de saber o que está a achar do país.

Magisk – Sim é a minha primeira vez cá em Portugal e estou muito entusiasmado por conhecer a cidade e o pais. Por agora estou a achar lindo e entusiasmante, é diferente da Dinamarca. O hotel é excelente e vamos aproveitar o dia e noite de hoje para conhecer mais e experimentar as maravilhosas típicas comidas Portuguesas.

EGN – Quais são as vossas expectativas para o evento?

Magisk – Como sabem neste momento somos os favoritos para o evento e vamos tentar fazer jus ás expectativas do publico, no entanto foi um ano longo, cansativo e cheio de eventos, mas vamos tentar levar o último título do ano para casa e assim entrar com o pé direito no ano 2019.

EGN – A vossa equipa este ano ganhou tudo o que havia para ganhar, adquirindo assim também o premio na Intel Grand Slam. Digam-nos, qual é a fórmula secreta?

Magisk – Penso que é a forma como estamos a trabalhar, somos sempre humildes, lutamos muito para evoluir como equipa e como jogadores, todos se ajudam entre si e assim conseguimos não só evoluir in-game como humanos.

EGN – Antes de ingressares na equipa, os ASTRALIS tinham uma sequência de bons e maus resultados, no entanto depois de entrares parece que o cosmo da equipa mudou e para melhor (risos), o que mudou?

Magisk – Pelo que sei a equipa não estava contente com a maneira como estava a jogar por não estarem a conseguir fazer as posições que se sentia confortáveis, com a minha entrada tudo isso mudou, pois foi possível todos jogarem onde queriam e com isso a dinâmica da equipa mudou também.

 

EGN – Quais os teus objetivos pessoais e de equipa para o próximo ano?

Magisk – O objetivo é sempre melhorar não só como jogador individual, mas como equipa. Muitos jogadores quando chegam ao topo simplesmente para de evoluir e não é isso que pretendo para mim, quero sempre melhorar e estar num nível melhor para ajudar a minha equipa a ganhar.

EGN – Agradeço desde já a entrevista e boa sorte para o torneio.

 

Entrevista a Stewie2K

 

Facebook Oficial

Twitter Oficial

Instagram Oficial

Twitch Oficial

#BeEGN #BeTheHive #BlastProSeries

 

João Jerónimo
Dezembro 15, 2018
João Jerónimo

João Jerónimo

João Jerónimo também conhecido como LuckyMind ou Mind (diminutivo) começou muito cedo a ter contacto com os vídeo jogos. A partir dos 3 anos teve um contacto direito com um computador descobrindo a paixão. Mas só se aprofundou passado 3 anos quando começou a jogar Age of Empire 2, para si o melhor jogo de estratégia de sempre. Uns anos mais tarde agarrou-se ao CS:GO com uns amigos e começou a ver a vertente mais competitiva dos jogos electrónicos. Com o seu amor na competição por ser um jogador dos Seniores do Mafra em andebol, decidiu lutar mais e começou a evoluir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *